Amplifique o valor de seu marketing emocional

Marketing Emocional? O que falta inventar sobre Marketing?

Amplie seu valor de marketing emocionalCriei minha página no Facebook há menos de um mês. Um dos motivos é ter atingindo meu limite de amigos por lá e outro motivo foi vencer uma barreira:  me comunicar com um público multinacional – acreditava precisar de duas páginas. Uso aplicações sociais prontas. Quem chega à página acaba indo direto à Tab Welcome e lá tem um texto descritivo do Welcome! outro do Bem-vindo! Quem não é fã da página só pode ver se clicar em Like. Precisa Curtir antes – quem não é curioso?

Em menos de um mês mais de 4 200 publicações visualizadas. É um bom começo, o que você acha?

Agora estou estudando gatilhos sociais: como escrever para mais pessoas clicarem em Curtir, Tweetar, Google +1, etc.

É uma abordagem psicológica mais refinada do que o EMV; usei durante anos (Emotional Marketing Value) e ainda uso para títulos de artigos, vídeos, tweets, postagens no mural, em conjunto com pesquisa de palavras chaves com alta procura e baixa concorrência.

Seu título tem apelo emocional? Se não tem, seu artigo é invisível!

Dor de cabeça, cefaléia, enxaquecaO site analisador do valor emocional de marketing de um título é em inglês, mas acostumamos logo a descobrir títulos para engajar pessoas. Esse processo de escolha de um título consome tempo, mas escrever um artigo, sem escolher antes um bom título, faz as pessoas não se interessarem em ler nem comentar textos (assistir vídeos, ver fotos), muito menos, compartilharem com outros!

As pessoas da ‘melhor idade’ são mais interativas com o feed de notícias. Existe uma nova linguagem entre vários adultos do terceiro milênio; é um dialeto ainda não decifrado. O mais complicado dessa faixa etária onde se encontra estudantes e alguns no primeiro emprego é não saberem definir quais as suas necessidades. Dizem: “Eu quero W, X, Y e Z”. Não dizem “Eu preciso de A, B, C e D”.

A necessidade primeira de todos é se perguntar todo dia: “Quem sou eu? Quem eu não sou? Quais as minhas metas de hoje, da próxima semana, próximo mês, trimestre, semestre e ano?”. Quem faz isso? Muitos fazem na véspera da virada do ano.

O Marketing social digital requer conhecimentos básicos e atualizados sobre psicologia, sociologia, demografia, economia, público alvo, antropologia, pedagogia, aprendizagem, disciplina, autoridade, confiabilidade, reconhecimento, gatilhos emocionais / sociais, criatividade e algo mais.

  • Quem dá conta?
  • Quem tem tempo?
  • Só quem não tem o que fazer?

Comente, +1, tweet, curta ou cale-se para sempre!

Brincs! (acho que quer dizer: “é brincadeirinha”) 🙂

 

 

email
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

{ 0 comments… add one now }

Leave a Comment

Previous post:

Next post: