Homem, produto do meio, produto dos homens

Homem, produto do meio e dos homensO Ser Humano é um Produto do meio em que ele vive

Uma leitura existencialista do marxismo, segundo Jean-Paul Sartre, a essência do homem é não ter essência, a essência do homem é algo que ele próprio constrói, ou seja, a História. “A existência precede a essência”; nenhum ser humano nasce pronto, mas o homem é, em sua essência, produto do meio em que vive, construído a partir de suas relações sociais.

O homem produz o seu próprio ambiente e esta produção da condição de existência é predeterminada. O homem pode fazer a sua História mas não pode fazer nas condições por ele escolhidas. O homem é historicamente determinado pelas condições, responsável por todos os seus atos por ser livre para escolher. As teorias de Marx estão fundamentadas naquilo que é o homem – a sua existência.

O Homem é condenado a ser livre

As frases acima foram copiadas de textos já citados muitas vezes. Hoje vivemos em vários meios; meios sociais já chamados de virtuais muitas vezes mais reais do que uma convivência lado a lado, olhos nos olhos. Essa condenação ao livre arbítrio é uma das passagens da Bíblia relatando a escolha entre o bem e o mal, a tomada de consciência – uma metáfora do período de mudança da irracionalidade para a racionalidade.

O Ser Humano é um Produto do meio em que ele vive

Sartre, Marx e pensadores mais antigos da Grécia defendiam essa ideia. Eles não puderam prever quanto o meio poderia influenciar atualmente as pessoas; não pensavam em tantos meios – mídias – onde algumas pessoas vivem parte de suas vidas no meio de alguns fantasmas, tão reais, numa realidade chamada de virtual. As formas de utilização dessas mídias também não foram profetizadas. O que vemos é um crescimento constante de uso das redes e como as redes procuram se aprimorar na persuasão de seus usuários.

O Google, Facebook, Twitter e outras redes colocam no caminho dos usuários estímulos cada vez mais irresistíveis que fazem deles grandes e lucrativos negócios.

email
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

{ 1 comment… read it below or add one }

Leave a Comment

Previous post:

Next post: